Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFMG é primeira instituição federal de ensino a aderir ao PGT-TransformaGov
conteúdo

Notícias

IFMG é primeira instituição federal de ensino a aderir ao PGT-TransformaGov

Plano de Gestão Estratégica e Transformação Institucional prevê apoio técnico do Ministério da Economia em ações para modernizar a gestão, simplificar processos e conferir mais transparência ao gasto público.
publicado: 17/09/2021 10h20, última modificação: 17/09/2021 10h21

O IFMG é a primeira instituição de ensino federal a aderir ao Programa de Gestão Estratégica e Transformação Institucional - TransformaGov. A formalização do processo ocorreu nesta quarta-feira, 15 de setembro, em cerimônia virtual realizada pelo Ministério da Economia e pela Secretaria Especial de Modernização do Estado. Durante a solenidade, também foi formalizada a adesão da Universidade Federal de Catalão (UFCAT).

Instituído para avaliar e modernizar a gestão estratégica dos órgãos integrantes da Administração Pública Federal, o programa visa simplificar processos e conferir mais eficiência ao gasto público, de modo a permitir que os órgãos federais possam entregar maior valor à sociedade. O TransformaGov é implementado por meio de um Plano de Gestão Estratégica e Transformação Institucional (PGT), que contém objetivos, produtos e entregas personalizadas para cada órgão ou entidade que formaliza sua adesão.

Na cerimônia virtual, estavam presentes o reitor do IFMG, Kléber Gonçalves Glória; a reitora da UFCAT, Roselma Lucchese; o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert; o secretário de Modernização Institucional e Regional, André Monteiro; o diretor de Desenvolvimento Institucional do IFMG, Wilson Vieira da Costa; o diretor de Planejamento e Orçamento do IFMG, Rainer de Paula; e demais convidados dos órgãos envolvidos.

De acordo com Wilson da Costa, a pactuação pode ser vista como uma oportunidade para que o IFMG receba apoio de uma equipe técnica especializada em trabalhar com soluções de simplificação administrativa e modernização da gestão. O PGT envolverá ações nas áreas de desenvolvimento institucional, administração e planejamento, gestão documental, gestão de pessoas e tecnologia da informação. Os projetos a serem trabalhados estão organizados em cinco dimensões: gestão estratégica e governança, arranjos institucionais e estruturas organizacionais, infraestrutura e logística, processos e gestão de pessoas.

“Essa construção coletiva do PGT-IFMG envolverá o esforço contínuo em ações para a simplificação administrativa e modernização da gestão, o que vai contribuir para o foco na missão em ensino, pesquisa e extensão”, afirma o diretor de Desenvolvimento Institucional.

O IFMG vem participando de ações do TransformaGov desde a implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), em 2017. No caso do PGT, as interações realizadas com o comitê gestor do SIORG em 2020 abriram caminho para que a elaboração do plano fosse iniciada em abril deste ano, quando um decreto autorizou a adesão voluntária dos institutos e universidades federais. O programa já está presente em 76 órgãos e entidades, com mais de 1750 ações pactuadas e mais de 50% de iniciativas completadas.

“O PGT vai proporcionar o acesso a soluções tecnológicas e apoio consultivo dos especialistas do Ministério da Economia para aprimoramento da nossa gestão. A modernização de processos permite que tarefas sejam menos complexas e mais produtivas, assim podemos gastar mais tempo pensando em inovações e apoiando de forma mais próxima as áreas finalísticas. O programa permite ainda que o Ministério da Economia conheça de perto os problemas enfrentados nas instituições de ensino, buscando de forma conjunta soluções que possam ser compartilhadas com toda a rede”, destaca o diretor de Planejamento e Orçamento, Rainer de Paula.

Com base no diagnóstico da equipe do Ministério da Economia para a elaboração do PGT-IFMG, as áreas envolvidas fizeram o alinhamento das ações propostas com o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). “Naturalmente, nós prezamos pelo ensino, pesquisa, extensão e inovações tecnológicas, mas não podemos deixar de lado a melhoria dos processos”, complementa o reitor Kléber Gonçalves Glória.

Outras informações sobre o assunto, acesse no Processo SEI: 23208.002425/2021-65.